Intervenção Precoce

Intervenção Precoce

SNIPI Logo

Na sequência dos princípios estabelecidos na Convenção das Nações Unidas dos Direitos da Criança e no âmbito do Plano de Ação para a Integração das Pessoas com Deficiência ou Incapacidade 2006-2009, foi criado, ao abrigo do Decreto – Lei nº 281/2009, publicado no Diário da República a 6 de outubro, o Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI). O SNIPI tem a missão de garantir a Intervenção Precoce na Infância (IPI), entendendo-se como um conjunto de medidas de apoio integrado centrado na criança e na família, incluindo ações de natureza preventiva e reabilitativa, no âmbito da educação, da saúde e da ação social.

O SNIPI integra, para atuação a nível local, Equipas Locais de Intervenção (ELI’s). A Equipa Local de Intervenção nº 2 de Évora, sedeada na Associação de Paralisia Cerebral de Évora, é constituída por uma equipa pluridisciplinar com funcionamento transdisciplinar assente em parcerias institucionais. 

A ELI desenvolve serviços, apoios e promove os recursos necessários para responder às necessidades das crianças através de uma prática centrada na família. Inclui, assim, atividades e oportunidades que visam incentivar a aprendizagem e o desenvolvimento da criança e ainda articular e promover os apoios e recursos necessários para que as famílias possam contribuir para o desenvolvimento dos seus filhos/as, criando oportunidades para que elas tenham um papel ativo neste processo. O trabalho é desenvolvido numa perspetiva de identificação e resposta às necessidades de cada membro da família. O objetivo desta abordagem é melhorar o bem-estar de toda a família. Na equipa centraliza-se a informação de cada criança e sua família num técnico que é designado mediador de caso. Os técnicos desta equipa, intervêm diretamente com as crianças e famílias, em parceria com os vários serviços e organismos que atuam na comunidade.

Trata-se de uma intervenção desenvolvida no contexto natural da criança (familiar e comunitário) e assente em Planos Individuais de Intervenção Precoce (PIIP), que têm em conta as características, recursos, necessidades e prioridades da família, para que assim se obtenham maiores níveis de sucesso. A ELI nº 2 é uma equipa técnica especializada que conta com os seguintes profissionais: 2 Fisioterapeutas (uma a tempo parcial), 2 Terapeutas da Fala (uma a tempo parcial), 1 Psicóloga, 3 Docentes e 1 Assistente Social.